ConhecimentoGeral

// Definição, referências, fotos e vídeos de termos e assuntos de conhecimento geral //


Teologia da libertação


Quatro marcas da IgrejaCristianismo primitivo · CronologiaHistória do cristianismoTeologia · Governo eclesiásticoTrinitarianismo · Não trinitarianismoEscatologia · Cristologia · MariologiaCânon bíblico: Deuterocanônicos e Livros apócrifos

Visões teológicas da históriaDe Civitate Dei · Sucessão ApostólicaLandmarkismo · Dispensacionalismo·Restauracionismo

CredosCredo dos Apóstolos · Credo nicenoCredo da Calcedônia · Credo de Atanásio

Patrística e Primeiros ConcíliosPais da Igreja · AgostinhoNicéia · Calcedônia · Éfeso

Desenvolvimento Pós-NicenoHeresia · Lista de heresiasMonofisismo · MonotelismoIconoclastia · Gregório I · AlcuínoFócio · Cisma Oriente-OcidenteEscolástica · Aquino · AnselmoWilliam de Ockham · Gregório Palamas

ReformaReforma protestanteLutero · Melâncton · Calvino95 Teses · Justificação · PredestinaçãoSola fide · Indulgência · ArminianismoLivro de Concórdia · Reforma InglesaContrarreforma · Concílio de Trento

Desde a ReformaPietismo · AvivamentoJohn Wesley · Grande DespertamentoMovimento de SantidadeMovimento Vida SuperiorPentecostalismoNeopentecostalismoExistencialismoLiberalismo · Modernismo · Pós-modernismoConcílio Vaticano II · Teologia da LibertaçãoOrtodoxia radical · Jean-Luc MarionHermenêutica · Desconstrução e religião

Portal do CristianismoEsta caixa: ver • editarTeologia da Libertação é uma corrente teológica cristã nascida na América Latina, depois do Concílio Vaticano II e da Conferência de Medellín (Colômbia, 1968), que parte da premissa de que o Evangelho exige a opção preferencial pelos pobres e de especificar que a teologia, para concretar essa opção, deve usar também as ciências humanas e sociais.

É considerada como um movimento supradenominacional, apartidário e inclusivista de teologia política, que engloba várias correntes de pensamento que interpretam os ensinamentos de Jesus Cristo em termos de uma libertação de injustas condições econômicas, políticas ou sociais. Ela foi descrita, pelos seus proponentes como reinterpretação analítica e antropológica da fé cristã, em vista dos problemas sociais, mas, seus oponentes a descrevem como marxismo, relativismo e materialismo cristianizado.

A maior parte dos teólogos da libertação é favorável ao ecumenismo e à inculturação da fé. Embora o movimento tenha raízes anteriores, costuma-se dizer que seu marco inicial ocorreu em 1971, quando o padre peruano Gustavo Gutiérrez publicou um livro denominado A Teologia da Libertação. O movimento foi censurado nos Pontificados de João Paulo II e de Bento XVI, mas recebeu manifestações favoráveis no Pontificado do Papa Francisco. Outros expoentes são Leonardo Boff do Brasil, Jon Sobrino de El Salvador, Leônidas Proaño do Equador e Juan Luis Segundo do Uruguai. A teologia da libertação desde os anos 90 sofreu um forte declínio, principalmente devido ao envelhecimento de suas lideranças, e a falta de participação das recentes gerações nesse movimento.

A influência da teologia da libertação diminuiu após seus formuladores serem condenados pela Congregação para a Doutrina da Fé (CDF) em 1984 e 1986. A Santa Sé condenou os principais fundamentos da teologia da libertação, como a ênfase exclusiva no pecado institucionalizado, coletivo ou sistêmico, excluindo os pecados individuais, a eliminação da transcendência religiosa, a desvalorização do magistério, e o incentivo à luta de classes.

Em seu recente discurso aos dirigentes do CELAM, durante a Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro, o Papa Francisco alertou para o risco da ideologização da mensagem evangélica quando a teologia toma como base as ciências sociais:

“esse método pode levar ao reducionismo socializante. É a ideologização mais fácil de descobrir. Em alguns momentos, foi muito forte. Trata-se de uma pretensão interpretativa com base em uma hermenêutica de acordo com as ciências sociais.”

Fonte: Wikipedia (CC-BY)

Galeria de imagens de Teologia da libertação

[ REPORTAR ERRO / CONTRIBUIR ]

Vídeos relacionados

Paulo Freire e a TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO


Teologia da Libertação: uma heresia milenarista


O Que é a Teologia da Libertação? Escola da Fé Com Padre Paulo Ricardo


 

Faltou alguma informação?

Adicione mais conteúdo relevante sobre o assunto acima:

Estou de acordo com o termo de uso    







 

2016 | ConhecimentoGeral
Disponibilizado nos termos da licença Creative Commons: Atribuição - Compartilhada Igual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0)